Slider



E o motivo parece bem óbvio.

O choro é livre: "Lemonade" não estará no Spotify. Após o lançamento exclusivo pelo Tidal, partindo logo em seguida para o iTunes, o novo álbum de Beyoncé permanecerá com streaming somente pela plataforma que tem a popstar como sócia minoritária e seu marido, Jay-Z, como sócio majoritário.


Mas há diferenças entre as decisões. Taylor Swift, por exemplo, lá em meados de 2014 quando lançou seu aclamado "1989" decidiu não só não liberar o álbum no Spotify, mas retirou toda sua discografia, o que gerou a maior polêmica. O motivo? A baixa remuneração para músicos, compositores, produtores e técnicos. No caso de Adele, a britânica só quis privilegiar as vendas físicas e deu muito certo, sendo que apenas em cinco meses de lançamento, a dona de "25" já vendeu mais de 17,5 milhões de cópias.

E agora Spotify?





© Copyrighted: OWN.Art Ideas - Todos os direitos reservados a Giovane Almeida