Slider



Olha eleeeees!

Realizada pela primeira vez em uma segunda-feira, a cerimônia do Grammy Awards concluiu mais uma edição com sucesso. Com mais de três horas de duração divididas entre performances, homenagens e premiações, o evento consagrou o rapper Kendrick Lamar e Taylor Swift como os grandes vencedores da noite.


Por falar em Taylor, a loira ficou responsável pelo show de abertura da premiação. Ela, que foi a mulher mais indicada desta edição, apresentou-se com a música "Out Of The Woods", sexto single do seu aclamado álbum "1989". Um dos detalhes que mais chamou atenção do público foi seu novo cabelo curto inspirado em Anna Wintor, editora-chefe da revista Vogue e também uma das mulheres mais influentes do mundo da moda.


As performances da noite foram dignas de aplausos. A edição foi marcada por um grande time de artistas escalados para se apresentarem. O canadense The Weeknd, por exemplo, cantou seu hit "Can't Feel My Face" seguido de "In The Night" acompanhado apenas de um piano e violoncelo. O rapaz recebeu sete indicações e venceu apenas duas categorias, sendo "Melhor Performance R&B" com "Earned It" e "Melhor Álbum Urbano Contemporâneo" com "Beauty Behind The Madness". Foi merecido!


Adele não concorreu ao Grammy deste ano devido ao período de lançamento do seu álbum "25", mas, com certeza, poderemos aguardá-la na próxima edição. Ela subiu ao palco também acompanhada de um pianista e performou a canção "All I Ask". Outra performance aguardada da noite era Rihanna, mas, segundo o site TMZ, a cantora não pode se apresentar por recomendação médica. A dona de "ANTI" estaria com bronquite e seu médico recomendou repouso total para que suas cordas vocais não fossem prejudicadas. 


Show foi o que não faltou no Grammy. Teve Justin Bieber, James Bay e Tori Kelly, Andra Day e Ellie Goulding, Pitbull e Sofía Vergara e também duas grandes homenagens que emocionaram a todos. John Legend, Demi Lovato e Meghan Trainor receberam a missão de fazerem um tributo ao astro Lionel Richie que, além de receber o prêmio "MusiCares Person of the Year", decidiu subir ao palco durante sua própria homenagem, o que deixou não só a plateia, mas o público de casa em êxtase. 



Mesmo após tanta emoção, o grande ápice do evento foi quando Lady Gaga subiu ao palco para homenagear o ícone David Bowie, que faleceu no início do ano. Ao lado de Nile Rodgers, a "Mother Monster" incorporou o artista com roupas, maquiagem e cabelo, e fez um grande medley dos seus sucessos como "Space Oddity", "Changes", "Ziggy Stardust", "Suffraggette City", "Rebel Rebel", "Fashion" e muitos outros. Ela, que sempre foi fã de Bowie e o tinha como grande inspiração, emocionou-se antes da apresentação e arrancou lágrimas de quem assistiu. Gaga detonou!


Entre os prêmios, Kendrick Lamar foi o grande vencedor da noite. O rapper levou para casa cinco gramofones, incluindo "Melhor Álbum Rap" com "To Pimp a Butterfly" e "Melhor Música de Rap" para "Alright". Já o ruivo Ed Sheeran e o canadense Justin Bieber ganharam seu primeiro Grammy nas categorias "Música do Ano" por "Thinking Out Loud" e "Melhor Gravação Dance" por "Where Are U Now", respectivamente. Meghan Trainor também levou para casa seu troféu por "Artista Revelação" e Bruno Mars e Mark Ronson venceram "Gravação do Ano" por "Uptown Funk". Entre todos eles, sem dúvida, Taylor Swift foi o maior destaque.


A loira venceu a principal categoria da noite "Álbum do Ano" com "1989" e, durante seu discurso, mandou uma indireta a Kanye West, posicionando-se referente a sua música "Famous" que traz versos sobre ela, chamando-a de vadia, cobrando uma transa e dizendo-se responsável por fazê-la famosa. A cantora não perdeu a postura, mas disse boas palavras que, para bom entendedor, bastou. Confira:

"Como a primeira mulher a vencer o Álbum do Ano no Grammy duas vezes, eu quero dizer a todas as jovens por aí, vão haver pessoas no seu caminho tentando boicotar seu sucesso ou tentando levar os créditos pelas suas realizações ou pela sua fama. Mas se você focar apenas no trabalho e não deixar ninguém colocar você de lado, um dia, quando você chegar onde deseja, você vai olhar ao seu redor e vai saber que foi você mesma e todas as pessoas que te amam que te colocaram ali e esse será o melhor sentimento do mundo".

Quer saber quem voltou feliz para casa com troféu? Veja a lista com as principais categorias abaixo!

Álbum do ano 
“1989” – Taylor Swift 

Gravação do Ano 
“Uptown Funk” – Bruno Mars Feat. Mark Ronson 

Música do ano 
“Thinking Out Loud” – Ed Sheeran (Compositores: Ed Sheeran e Amy Wadge) 

Melhor Artista Novo 
Meghan Trainor 

Melhor Performance Pop Solo 
“Thinking Out Loud” – Ed Sheeran 

Melhor Performance Pop de Duo ou Grupo 
“Uptown Funk” – Mark Ronson Feat. Bruno Mars 

Melhor Álbum Vocal Pop 
“1989” – Taylor Swift 

Melhor Videoclipe 
“Bad Blood” – Taylor Swift Feat. Kendrick Lamar 

Melhor Álbum de Rap 
“To Pimp A Butterfly” – Kendrick Lamar 

Melhor Parceria de Rap 
“These Walls” – Kendrick Lamar feat. Bilal, Anna Wise & Thundercat 

Melhor Performance de Rap 
“Alright” – Kendrick Lamar 

Melhor Música de Rap 
“Alright” – Kendrick Lamar 

Melhor Álbum Alternativo 
“Sound & Color” – Alabama Shakes 

Melhor Álbum de Rock 
“Drones” – Muse 

Melhor Performance de Rock 
“Don’t Wanna Fight” – Alabama Shakes 

Melhor Música de Rock 
“Don’t Wanna Fight” – Alabama Shakes 

Melhor Performance de R&B 
“Earned It (Fifty Shades Of Grey)” – The Weeknd 

Melhor Música de R&B 
“Really Love” – D’Angelo & Kendra Foster, compositores (D’Angelo And The Vanguard) 

Melhor Álbum R&B “Black Messiah” – D’Angelo and the Vanguard 

Melhor Álbum Urbano Contemporâneo 
“Beauty Behind the Madness” – The Weeknd 

Melhor Álbum Dance/Eletrônico 
“Skrillex And Diplo Present Jack Ü” – Skrillex e Diplo 

Melhor Gravação Dance/Eletrônico 
“Where Are Ü Now” – Skrillex e Diplo com Justin Bieber 

Melhor Trilha Sonora 
Glen Campbell: I’ll Be Me 

Melhor Música de Trilha Sonora 
“Glory” – Lonnie Lynn, Che Smith & John Stephens, compositores (Common & John Legend) 

Melhor Filme Musical 
“Amy” – Amy Winehouse 

Melhor Álbum de Rock, Urbano ou Alternativo Latino 
“Dale” – Pitbull 

Melhor Álbum Pop Latino 
“A Quien Quiera Escuchar (Deluxe Edition)” – Ricky Martin





© Copyrighted: OWN.Art Ideas - Todos os direitos reservados a Giovane Almeida