Slider



Ponto para a Taylor!

Taylor Swift não mediu esforços e nem argumentos para defender os direitos dos pequenos artistas no último final de semana. Em um texto publicado no Tumblr, a cantora explicou que um dos motivos por não liberar o álbum "1989" na Apple Music é devido a plataforma liberar três meses gratuitos para novos assinantes sem pagar um centavo para os artistas. "Se trata de uma decisão chocante, decepcionante e completamente atípica desta empresa historicamente progressista", explicou. "Não pedimos iPhones de graça, mas por favor, não nos peçam para compartilhar nossa música sem nenhum tipo de compensação", disse a cantora.


Ainda de acordo com o texto, Taylor revela que sua posição é compartilhada por outros artistas, mas eles têm "medo de dizer em voz alta". "Isto é sobre os pequenos artistas ou bandas que acabaram de lançar seus primeiros singles e não serão pagos pelo seu sucesso. Isso é sobre o jovem compositor que conseguiu seu primeiro trabalho e pensou que os royalties iriam pagar suas dívidas. Isto é sobre o produtor que trabalha incansavelmente para inovar e criar, assim como os inovadores e criadores da Apple em seu campo… mas que não serão pagos por um quarto do ano", explicou a cantora.

O desfecho da história foi bem simples: Eddy Cue, presidente sênior da Apple, anunciou que a empresa mudará sua estratégia de streaming e pagará os artistas durante o período gratuito de teste (três meses). "Quando acordei e li o que ela escreveu eu sabia que algo precisava mudar. Então, vamos pagar aos artistas durante o período dos 90 dias de teste gratuito", disse o presidente a Billboard.

Após o anuncio, Taylor publicou um tweet como agradecimento. "Estou aliviada. Obrigada pelas palavras e o apoio. Eles nos ouviram"

Vitória da música!





© Copyrighted: OWN.Art Ideas - Todos os direitos reservados a Giovane Almeida