Slider



Resolveu abrir a boca!

"Blurred Lines" foi sucesso no ano passado, mas os frutos da música não foram os melhores para se colher. Além de receber inúmeras acusações referente a incentivar o estupro, Robin Thicke também foi processado por infração dos direitos autorais, e aí que ele resolveu falar. O cantor declarou sob juramento que mentiu à mídia e ao público quando disse ser o co-autor da música, revelando que a canção foi praticamente criada pelo produtor Pharrell Williams que aceitou dividir os créditos com ele. Vixi!


E tem mais: ainda em depoimento ao juiz, ele confessou que teve alguns problemas relacionados a drogas e bebidas alcoólicas, e nunca estava sóbrio durante nas sessões de estúdio com Pharrell Williams. Robin Thicke também assumiu que após noves meses de produção, a música acabou fazendo sucesso e assim pediu crédito ao produtor. Eita, não tá fácil pra ninguém!






© Copyrighted: OWN.Art Ideas - Todos os direitos reservados a Giovane Almeida